Pesquisar este blog

sábado, 31 de outubro de 2009

Buda e Cristo por Monja Coen.

Buda e Cristo, sentados lado a lado, conversam sutil e profundamente.
Nem todos são capazes de os ver assim amigos. Eu os vi assim.
Buda e Cristo são simples e bondosos, de mantos longos, gestos suaves, voz macia e segura, guiam todos os seres para o caminho do bem, da verdade, da salvação, da liberdade responsável.
Buda e Cristo falam por analogias e metáforas, compreendem os seres, amam incondicionalmente e através da sabedoria e compaixão superiores procuram meios para conduzir as pessoas à verdadeira felicidade.
Buda e Cristo nãos e opõem, nem se completam.
Cada um é o que é, perfeito e completo como é.
Buda e Cristo representam culturas diferentes, etnias diferentes, ensinamentos que não se limitam à linguagem de uma época, mas que passam pelos milênios, de geração a geração.
Buda e Cristo vivem agora.
Com mantos rasgados ou com mantos de seda, em carros blindados ou pelas calçadas. Vivem em cada momento que nossos pensamentos são sábios e ternos. Vivem em cada gesto de cooperação, compartilhamento, cuidado.
Vivem em cada palavra de amor e compaixão, de repeito e bondade.
O Buda histórico viveu na Índia seis séculos antes de Jesus. Nos textos clássicos não mencionou a vinda de um Messias. Mas disse dos inúmeros seres iluminados que viriam, vieram, Vêm e virão. Indo, indo, tendo ido e tendo chegado.
(...)
Cristo ressuscita. Buda renasce. cada ser que desperta para a verdade e o caminho e vive em coerência com os ensinamentos sagrados é manifestação do sagrado.
Como nos tornamos Buda vivo? Como manifestar Cristo em nossas vidas?
Será que são a mesma pergunta ou não?epende de qual grupo budista ou qual grupo cristão a que estejamos ligados.
Uns dirão que sim
Outros dirão que não.
Será que Cristo e Buda discutem esse assunto ou se perguntam como minimizar o sofrimento do mundo?
Um Buda, um ser iluminado, surge no mundo para salvar todos os seres.
Por que Jesus surgiu no mundow Para salvar todos os seres?
E do que os seres devem ser salvos?
Quem são os seres a serem salvos?
(...)
Libertamo-nos das amarras da ignorância que nos separam da integridade da vida, da unicidade da existência, dessa teia de interrelacionametos que chamamos existência. E todos os seres assim conosco se libertam.
Não mais o ser.
Agora somos Inter-Ser.
As instituições que se formaram, os "ismos" que se criaram, budismo, cristianismo, representam os ensinamentos, mantêm e preservam a tradição de seus fundadores originais?
Quantas e quantas ordens.
Quantas e quantas interpretações
Quantas e quantas mentes
E como um fio dourado a verdade vai passando e chega àquelas e àqueles que em pureza penetram a fonte pura e cristalina da verdade.
Buda e Jesus pregam um mundo de seres livres e ao mesmo tempo reponsáveis - co-responsáveis pela realidade em que estamos.
Buda e Jesus pregam um mundo de amor, compartilhamento, ternura e cuidado.
Santos, Sábios sagrados, seres puros, visionários, revolucionários, transformadores da realidade e de mentes, filhos do sagrado. Mas, não somos todos filhos e filhas da sagrada vida em eterna transformação?
(...)
Cada ser que desperta para a verdade e vive a não-dualidade, pleno de compreensão superior e compaixão ilimitada ( amor incondicional) é Buda.
E quantos Cristos há no mundo? Quem carrega a sua cruzw Quem se entrega e salva? Quem dá a outra face? Quem não vive em rancor e ódio? Quem vive hoje o amor?
Buda e Jesus.
Entendimento e respeito.
Com ternura se cumprimentam e sorriem ao nos ver passar.
Mãos em prece.

Texto extraído da revista História Viva edição especial Grandes religiões 1 Cristianismo.

Eu decidi colocar no blog por causa da mensagem, pra me não existe religião verdadeira ou falsa, mas formas diferentes para se chegar ao mesmo objetivo, ou seja Deus. Acho pouco de ignorância alguns adeptos colocara a sua religião como se fosse a única verdade absoluta, pra mim Deus tanto pode estar nos orixás,nos santos, na natureza, em fim acho o que importa é você procuarar fazer o bem e fazer alguma coisa para tornar isso melhor, pra mim a verdadeira religião é o amor.
Definitivamente d

5 comentários:

  1. Entendo a sua dedução do querer fazer o bem, de exercer os ensinamentos cujo deus, a quem você atribui a Buda, e a Deus, a quem sabemos ser o Todo Poderoso. Mas cuidado, não siga ao pé da letra todos os textos reflexivos que aparecem frequentemente nos meiso comunicativos. Suas ppalavras são bonitas, seu pensamento é deslumbrável, e a sua intenção é aplaudível, mas quem disse que se trata de disputa de religiões ? Deus é único, é amor, é a fonte de vida, e só é através de seu exemplo que nós conseguiremos seguir os seus passos. Porém, tudo que vem acontecendo só é consequência decorrida do próprio pecado do homem. Agora, para fechar esse comentário com uma dica, leia a Bíblia, é nela que você encontrará todas as resposta que ainda estão pendentes em sua cabeça. As demais coisas não passarão de meras considerações, interpretações, filosofias... e, como todo mundo sabe, a filosofia humaa é bastante limitada quando comparada a de Deus. Abraços !!!
    www.antonizado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, obrigada por visitar e comentar no meu blog.
    Muito bonito este texto. Para mim Deus está dentro da gente e em tudo a nossa volta, não importa a religião. Se as pessoas compreendessem melhor isso o mundo seria muito melhor.
    Abçs

    ResponderExcluir
  3. Valew por visitar e comentar em meu blog, muito seu blog ainda mais expondo suas opiniões.
    Siga o blog la

    ResponderExcluir
  4. Querido amigo avassalador... tema bastante polemico. Meu avó dizia que não se discute futebol e religião... crenças então.. nem pensar.
    mas qual é a sua opçõa? Cristo ou Buda?

    ResponderExcluir